Como Fazer Dieta Para Emagrecer – Dicas Rápidas.

Tempo de leitura: 13 minutos

Conheço muitas pessoas com certa dificuldade em fazer dieta para emagrecer. Entendendo que se trata de algo extremamente compreensivo, tenho visto inúmeras delas procurando por informações de como emagrecer, desconfortáveis com a atual aparência. Alguns recorrem à métodos perigosos tais como tomar remédios por conta própria para acelerar o metabolismo e inibir o apetite, outras acreditam em dietas rápidas que prometem a perda de peso em poucas semanas e tem ainda aquelas que acabam exagerando na prática de atividades físicas acreditando que “quanto mais melhor”.

Percebo a dificuldade para emagrecer que essas pessoas têm, com isso, procuram vários métodos de emagrecimento, porém, poucos desses métodos são capazes de resolver o problema à longo prazo. Fazer uso de medicamentos inicialmente pode até ajudar, mas se não estiver associado a uma dieta balanceada e a prática de atividade física, o peso perdido poderá voltar, e esqueça essa promessa de dietas rápidas, porque é um processo gradativo onde o organismo vai acostumando aos poucos. Tenha em mente que qualidade do exercício é mais importante que a quantidade!

Logo abaixo vou explicar como fazer para encontrar o emagrecimento definitivo sem precisar do uso de medicamentos. Dicas de como perder peso sem dietas rápidas, porque não existe formula mágica para emagrecer rápido. Acabe com esse pensamento que “quanto mais melhor”! Não fique horas e horas se torturando, comece sem exageros e respeitando os limites do seu corpo. Aproveite o conteúdo!

Remédios x Emagrecimento.

Nesse tópico irei abordar certos problemas que você leitor poderá enfrentar fazendo uso de remédios que asseguram o emagrecimento rápido. Seja pela estética ou pela saúde, sempre queremos um jeito rápido de obter resultados! Entretendo, a busca pelo modo mais fácil nem sempre será o mais indicado para você. Muitas pessoas com certa dificuldade em fazer dieta recorrem aos medicamentos que prometem emagrecimento rápido e sem esforço, isso porque, não estão dispostos a enfrentar a luta diária que demanda a prática de atividade física regular e o foco em uma dieta balanceada e adequada para a perda de peso, e que muitas vezes não trazem o resultado esperado de forma rápida. Assim, alguns preferem encurtar o caminho, acreditando que será a forma mais rápida e fácil, com remédios que prometem o emagrecimento rápido.

O problema de usar remédios para perder peso rápido é que depois que o tratamento acaba, a probabilidade desse peso perdido voltar é enorme! Esse fator está relacionado aos efeitos que os remédios provocam, como: inibir o apetite, diminuir a ansiedade, melhorar a absorção de nutrientes e acelerar o metabolismo. A grande maioria deles afetam o sistema nervoso central, recuperando todo o peso perdido se não associado à reeducação alimentar e à pratica de exercícios físicos ao final do tratamento. Além disso, os médicos não recomendam o uso prolongado desses medicamentos, por causar sérios riscos à saúde! A maioria dos remédios para emagrecimento rápido causam dependência e muitos efeitos colaterais. Pelos riscos apresentados, é de suma importância a procura de um médico especialista para avaliar se há necessidade do uso desses remédios no emagrecimento.

Já já irei mostrar que os remédios geram resultados pequenos comparados à alimentação saudável e à prática de atividade física!

A procura de remédios para emagrecer de vez normalmente é feita para fins estéticos e não por pessoas que realmente precisam perder peso e enfrentam doenças como: hipertensão, diabetes, obesidade mórbida e outras. Apenas entenda que para emagrecer você precisa fazer dieta e exercícios, pode não ser o método mais fácil e mais rápido, porém, é muito mais saudável e duradouro! O emagrecimento apenas com o uso de remédios não trará os benefícios necessários para o seu corpo, porque esses medicamentos inibem o apetite e aceleram o metabolismo durante o tratamento, o que acarreta na perda de massa muscular!  Sem apetite você acaba comendo poucos nutrientes e seu organismo não tem suprimentos necessários para transformar proteínas em massa muscular.

Para ser saudável e duradouro, o emagrecimento deve ocorrer gradativamente, com a perda de no máximo 1kg por semana. Isso ajudará seu organismo a adaptar a todo esse processo fisiológico de mudança e não resultar no famoso “efeito sanfona”! Durante o uso de medicamentos no emagrecimento haverá a perda de peso, contudo, logo após o tratamento, o peso perdido volta.

Por esses e outros motivos, emagrecer com exercícios físicos e dieta é muito mais eficiente! Mantenha o foco em perder peso e aumentar a massa muscular, com isso, seu metabolismo acelera e você perderá peso gradativamente, sem sofrimento e riscos à sua saúde, que na minha opinião, é muito mais importante! Pela falta de conhecimento do assunto, algumas pessoas procuram por formas rápidas de emagrecimento. No próximo tópico, vou falar sobre o perigo de perder peso rápido.

O perigo das dietas rápidas.

Sem querer ser chato, mas segue uma informação importante: tudo que o seu corpo perde, ele tende a recuperar o mais rápido possível! Não existe formula mágica. A maneira mais adequada de perder peso é com dieta e exercícios físicos!

Tudo bem, eu entendo que começar uma dieta não é fácil, porém, sem dedicação não há resultados. Todos nós procuramos resultados rápidos como forma de motivação, mas não vamos ficar presos a isso para sermos motivados! Pense em resultados à longo prazo e entenda que toda essa dedicação pode eliminar o “efeito sanfona” e proporcionar muita disposição e energia! O importante é perder peso gradativamente, para o organismo ir acostumando com todas essas mudanças no seu corpo, e não perder peso rápido com dietas da moda como: dieta da sopa, dieta USP, dieta dos pontos e dieta Atkins e outras que encontramos por ai e que prometem milagres.

De forma geral a perca de peso saudável, deve ficar entre 500g a 1kg por semana, caso a perca seja maior, não se iluda, provavelmente seu corpo estará perdendo água, vitaminas e minerais ou pior ainda, massa muscular! Como consequência você poderá sentir falta de disposição, fraqueza, baixa imunidade dentre outras complicações médicas, e não perder gordura, que é o nosso principal objetivo. Com a perda de massa muscular o seu metabolismo diminui, com isso, você reduz o gasto energético, tornado o metabolismo mais lento e acumulando mais gordura.

Outro grande problema enfrentado por quem faz dietas rápidas que prometem resultados em pouco tempo é a desidratação devido a grande perda de água que essas dietas causam. A desidratação causa o desequilíbrio dos eletrólitos e nos níveis de sódio, causando câimbras musculares, tonturas, convulsão e desmaios. Sem contar o famoso “efeito sanfona” onde ocorre a perda de peso quando você restringe a quantidade de comida, mas quando voltar a comer recupera tudo que perdeu, podendo causar ainda distúrbios depressivos associados aos repetidos fracassos na tentativa de perder peso rápido. Além disso, todas essas dietas rápidas podem levar a redução do “colesterol bom” HDL, que protege o corpo contra doenças cardiovasculares.

Então evite os perigos das dietas rápidas, ao invés disso, comece a pensar em hábitos saudáveis que já já vou explicar.

Perder peso com saúde é possível! O emagrecimento deve ser encarado sem exageros e de forma gradativa, porque leva tempo. Todo ano, durante a primavera, somos bombardeados de informações sobre dietas e exercícios físicos com a promessa de emagrecimento rápido para o verão. Quando chega essa estação do ano, minha caixa de e-mail e redes sociais ficam lotadas de pessoas querendo que eu faça milagre! Como se eu fosse “Santo Personal Trainer das causas impossíveis”. Eu sempre digo e repito, “Não existe dieta que você consiga perder peso rápido e com saúde”. Esqueça essas propagandas de creme redutor, capsulas milagrosas e qualquer tipo de bebida que prometa resultados rápidos. Não seja enganada com essas promessas de perder peso rápido. Comer pouco nem sempre quer dizer que você está fazendo dieta, ter bons hábitos alimentares é diferente de manter uma dieta restrita de nutrientes. O segredo está no equilíbrio dos alimentos e na rotina diária.

Para facilitar a perda de peso, fracione as refeições evitando longos períodos em jejum, procure comer alimentos fonte de fibras e inclua na sua dieta alimentos integrais, frutas, legumes e verduras, aumente a ingestão de líquidos, de preferência a água!

Portanto, procure se exercitar diariamente e criar o habito de ingerir alimentos saudáveis, sem procurar as tão sonhadas “dietas rápidas”. Comece a pensar em fazer dieta, não apenas como forma de alcançar resultados estéticos, mas para se manter saudável. No próximo tópico irei falar sobre o excesso de atividade física, que também atrapalha no emagrecimento definitivo.

O excesso de atividade física no emagrecimento.

Eu sempre recomendo e sempre vou recomendar a pratica de atividade física diária, porém o excesso pode prejudicar no emagrecimento. Vejo muitas pessoas utilizando o exercício físico para descarregar alguma tensão ou algum estresse derivado de alguma dada situação. Não importa qual finalidade seja, a questão é que se você exagerar, a pratica de atividade física não fará bem para a sua saúde! Esse excesso, também conhecido como compulsão por exercícios, é mais frequente em pessoas que sofrem de distúrbios alimentares.

Distúrbio alimentar, nada mais é do que um conjunto de doenças, em que as pessoas ficam tão preocupadas com a comida e o peso que na maioria das vez não conseguem pensar em outra coisa. Os principais tipos são: anorexia nervosa, bulimia e compulsão alimentar. Esses distúrbios normalmente aparecem associados a outras doenças como a depressão, o abuso de substancias e a ansiedade. Geralmente esses distúrbios são tratados por uma equipe que envolve, psiquiatras, endocrinologistas e nutricionistas, contando com o apoio familiar.

No dia a dia é fundamental ter equilíbrio em diversas situações, inclusive na prática de exercícios físicos. O exagero pode transformar o que seria um hábito saudável em um grande risco para o corpo. Outro problema que pode ocorrer por excesso de atividade física é uma síndrome chamada overtraining, inicialmente diagnosticada somente em atletas e hoje encontrada em não atletas. Segundo (Maughan, Gleeson e Greenhaff, 2000) “é a condição na qual as pessoas apresentam baixo nível de desempenho, apesar do treinamento continuado ou até mesmo aumentado” é a resposta de estresse, intensificada pelo tempo insuficiente de descanso entre os períodos de exercício físico. Outra consequência do excesso de atividade física é o transtorno do sono, com o corpo e a mente acelerados, o indivíduo pode se deparar com a insônia.

De uma forma geral, todos esses problemas afetam o emagrecimento. Você não consegue dormir direito, come mau, não tem o mesmo rendimento no dia a dia, e as consequência disso é perda da massa muscular e aumento do percentual de gordura. Para que isso não aconteça vou explicar algumas maneiras de não chegar a esse ponto.

Devemos ter em mente que a qualidade do exercício é mais importante do que a quantidade! Eu sempre oriente meus alunos quanto à importância de começar devagar, em dias alternados, para que o corpo possa descansar, e com o passar de algumas semanas ir aumentando gradativamente a frequência, até se tornar uma prática diária.

Por fim, procure treinos mais curtos e de alta intensidade, lógico que respeitando os limites do seu corpo! Uma boa escolha para ter resultados sem gastar muito tempo é o método de treinamento HIIT, ele trabalha com baixo volume e alta intensidade. Mas não se esqueça que, para manter o corpo em forma e com saúde, é imprescindível a orientação de profissionais especializados.

Enfim, essas dicas irão ajudar no emagrecimento, sem exagerar na atividade física e claro obtendo os melhores resultados!

Ao contrário do que muitos acreditam, recorrer ao uso de medicamentos para perder peso rápido não é a forma mais fácil de encontrar o emagrecimento definitivo! Esses remédios inibem o apetite e aceleram o metabolismo durante o tratamento, logo após o termino do tratamento, o organismo volta a trabalhar normalmente e você recupera o peso perdido. Pelo mesmo motivo, procurar por dietas rápidas ou exceder na pratica de atividade física também não é a melhor escolha a ser feita.

Portanto, devemos ter em mente que a perca de peso ocorrerá de forma gradativa e sem exageros. Não acredite que quanto mais exercício for feito, mais resultado terá. É fundamental ter equilíbrio em diversas situações, tanto na alimentação quanto na pratica de atividade física.

Espero que essas dicas tenham sido úteis, e que você deixe seu comentário para que eu possa publicar ainda mais conteúdo de qualidade!

Finalmente um método cientifico e delicioso para secar a barriga e ter um saúde perfeita sem ter que sofrer com exercícios ou passar fome!

A apresentação a seguir é restrita e só pode ser vista depois que você responder às perguntas a seguir o mais honestamente possível.

Método Científico Estranho Seca Gordura Sem Exercícios Físicos