Alimentação Saudável – Como Criar Hábitos Alimentares.

Tempo de leitura: 10 minutos

Quem nunca se propôs a emagrecer, mudar os hábitos alimentares, entrar na academia, deixar de lado o sedentarismo, ser mais saudável, se sentir mais disposto, melhorar a saúde, evitar o envelhecimento precoce, ser mais ativo, etc.? Não importa qual seja o seu objetivo, todos nós já tentamos começar uma dieta e a prática de uma atividade física, ou pelo menos já pensamos no assunto! Ou você é daqueles que só de pensar já causa repulsa e corre logo pra se esconder atrás das desculpas, quais sejam: não tenho tempo, academia não é pra mim, não consigo emagrecer, aquela aula é bem na hora da novela, não gosto de salada, não sei cozinhar, eu amo doces, não consigo fazer dieta, é muito difícil pra mim… mês que vem eu começo! Esse tal de mês que vem nunca chega.

Conheço bem sobre esse assunto. Na vivência em academias e fora dela já ouvi vários relatos, inclusive daqueles que sempre recomeçam na segunda feira, dia mundial da dieta! Quando muito, a dieta dura até quarta-feira, com sorte dura também a atividade física, mas quem se importa? Afinal, toda semana nasce uma nova oportunidade de recomeçar… Opa! Não é bem assim, ou pelo menos não deveria ser! E logo eu te conto o por quê!

Nós, seres humanos, estamos evoluindo tão rápido que nem nos damos conta, nosso tempo passa voando, nossa vida num piscar de olhos, mas com tanta tecnologia e modernidade porque ainda não inventaram nada que emagreça dormindo? Ou pelo menos sentado no sofá assistindo um filme! Confesso que eu também queria que fosse assim, mas nós sabemos que não é! É a partir de então que surgem as dificuldades, as desculpas, a procrastinação.

Já passei por tudo isso, já encontrei desculpas e estabeleci outras prioridades, já desisti no meio do caminho e tive que recomeçar diversas vezes, aqueles momentos em que bate o desanimo, já me peguei pensando diversas vezes que não valeira a pena e que todo o esforço estava sendo em vão. Quem nunca se viu diante do momento de parar? Seja com a dieta ou com a atividade física, todos nós já tivemos um dia que recomeçar!

Um passo de cada vez


A gente sabe que tem aqueles que nem ao menos chegam a começar, porém, alguns são fortes e decidem dar o primeiro passo! Começam a caminhar, mas desistem antes mesmo de chegar na primeira curva da estrada, diante do primeiro obstáculo, ou quando percebem que não seria tão rápido emagrecer quanto imaginavam… é exatamente sobre isso que vamos falar!

Vamos considerar que você já tomou a decisão de começar uma dieta e praticar uma atividade física, se matriculou na academia, foi ao nutricionista, começou a emagrecer, ficou animado e pouco tempo depois percebe que o ponteiro da balança já não desce com tanta frequência, bate aquele desânimo, o tempo planejado está aproximando e o objetivo almejado distanciando. É essa a hora de desistir? É esse o momento de considerar que todo o esforço foi em vão e isso definitivamente não é pra você?!

Desista do fracasso

Segundo dados da pesquisa feita pela IHRSA, organização que reúne academias americanas, aproximadamente 50% daqueles que se propõem a praticar alguma atividade física com frequência não conseguem completar 03 meses de treino, sendo que a maioria das pessoas desistem em menos de 20 dias, os mais animadinhos desistem em cerca de 60 dias. Se não conseguem persistir no treino quem dirá na dieta! Sabe por que isso acontece?

Porque acaba a força de vontade quando o esforço de aproximadamente um ou dois meses não gerou os resultados esperados, porque não conseguimos entender que o emagrecimento definitivo de forma saudável e duradoura é um processo de médio a longo prazo, dependendo dos seus objetivos, e que durante esse processo vamos passar por altos e baixos, provações e desmotivações, que muitas vezes nos farão pensar em desistir.

Fazendo uma analogia, os resultados apareceram um pouco a cada dia, todos os dias, como quando é plantada uma árvore. Não se planta uma arvore esperando que em 60 dias ela cresça e dê frutos. O problema em questão é que a grande maioria das pessoas não têm paciência, todos nós queremos uma formula mágica, um shake emagrecedor, suplementos e remédios para emagrecer rápido, uma dieta para perder barriga, diminuir o culote e etc.

Muitas vezes não estamos dispostos a pagar o preço e esperar o tempo necessário para que a mudança no corpo aconteça, e para que os resultados sejam visíveis.

Entenda o processo de emagrecimento

No primeiro momento é normal perder mais peso, quando iniciamos uma atividade física o corpo passa a gastar mais energia do que estava acostumado se mantendo sedentário, quando associado a uma dieta saudável, a perda de peso é ainda mais animada! Acontece que, depois de algum tempo o corpo se acostuma às novas práticas adotadas e demanda novos estímulos para continuar gastando mais energia e seguir no processo do emagrecimento definitivo. O corpo humano se adapta muito fácil às condições que são impostas a ele, por isso, diariamente precisamos ter novos estímulos, com exercícios e dieta adequados à sua necessidade e readaptados com certa frequência.

Melhore as práticas na atividade física: Um erro muito comum praticado ultimamente é constantemente testar novos treinos, inclusive aqueles que as musas fitness aplicam na sua rotina e compartilham nas redes sociais. Uma frase que de fato descreve isso é: “sabe qual o melhor exercício? Aquele que você não fez!”. Ou seja, muitas vezes na sua concepção, o treino do outro sempre será melhor do que o seu e trará mais resultados. Entenda que o problema não é o exercício em si, qual a melhor série de musculação, aula coletiva, corrida, caminhada ou bicicleta, mas sim todo o contexto que praticamos diariamente. Seu corpo se adapta muito fácil aos exercícios durante a semana, por isso vou dar algumas dicas de como não deixar isso acontecer:
• Se sua corrida estivar confortável, tente aumentar um pouco a velocidade. Melhor ainda seria fazer treinos intervalados de alta intensidade (HIIT), com corridas mais forte num curto espaço de tempo e intervalos para recuperar.
• Nos exercícios com peso, você pode tentar aumentar o peso ou fazer uma ou duas repetições a mais.
• Em exercícios livres com o próprio peso do corpo, você pode tentar aumentar as repetições ou até mesmo diminuir o intervalo de descanso.

Novos estímulos na dieta: A causa desse estagnação de peso pode estar associada ao fato de que você está ingerindo a mesma quantidade de calorias que é gasta durante o dia. Com isso ocorre o balanço calórico, ou seja, o equilíbrio entre a quantidade de calorias ingeridas através da alimentação e a quantidade de calorias gastas na rotina diária e na prática de atividade física. O que você pode fazer enquanto não faz uma novo consulta com seu nutricionista é:
• Diminuir a quantidade de carboidratos nas ultimas refeições do dia;
• Aumentar a quantidade de proteínas de alto valor biológico;
• Mastigar mais os alimentos durante as refeições e comer mais devagar;
• Caso você note alguma retenção liquida, procure tomar chás diuréticos como: hibisco, chá verde, folha de Dente-de-leão, urtiga, cavalinha, gengibre entre outros.

Quando começamos uma atividade física, o metabolismo de repouso se eleva, com isso o corpo gasta mais energia do que estava acostumado. O acúmulo de gordura e a perda de gordura ocorre em um espaço de tempo lento e gradativo, é praticamente impercebível. Ninguém dorme magro e acorda gordo, todo esse processo acontece um pouco a cada dia. Entenda que é normal o ritmo da perda de peso diminuir ao longo do processo, porém, não há nada de errado com você a ponto de querer desistir de todo resultado já conquistado e das metas estipuladas.

O que tenho para dizer é: mantenha o foco no processo de emagrecimento e persista até que seus objetivos sejam alcançados! Persista visualizando o resultado no longo prazo, do contrário você continuará colecionando fracassos e tendo sempre que recomeçar. Sempre vão aparecer desculpas para nos fazer desistir e continuar fracassando na busca do peso ideal, “não continuei por isso, ou por aquilo, porque é difícil, ou por vários motivos que inventamos para justificar o nosso próprio fracasso”.

O grande lance é entender que não existe resultado do dia para a noite, e que o corpo vai querer procrastinar durante o processo de emagrecimento definitivo, hipertrofia, melhora do condicionamento físico, ou qualquer que seja seu objetivo. Entenda que quem está no comando é você, e seus resultados, sucesso ou fracasso, dependem única e exclusivamente de você! Mantenha o foco na dieta e nos treinos persistindo em cada fase desse processo e não vislumbrando somente o resultado final tão esperado.

Não deixe de se exercitar todos os dias, são esses hábitos que irão levar você a conquistar o corpo que tanto almejou durante essa caminhada. Fique ligado 100% do tempo, porque tem um cara ali, o procrastinador, que vai querer atrapalhar o processo, tentando tomar o poder te levar a recomeçar, e mais uma vez recomeçar.

Muita calma nessa hora

Calma, todos nós passamos por isso, até mesmo aquela vizinha que perdeu 20kg, a atriz da televisão ou a blogueira das redes sociais. Todos em algum momento na busca pelos nossos objetivos já pensamos em desistir. Mas entenda que: as pessoas que não só emagreceram, mas principalmente, fizeram de forma saudável, se adaptaram a um novo estilo de vida, com resultados a longo prazo, e estão prontas para manter o corpo tão sonhado. Sabe qual o segredo delas? Persistência! O foco em cada fase do processo de emagrecimento, e não apenas no resultado final. Estabeleça metas reais e atingíveis, valorize cada conquista, cada centímetro perdido na circunferência ou simplesmente por ter conseguido manter a dieta no final de semana e dizer não àquele chopp. E quando pensar em desistir lembre-se do que te motivou a começar! Seja uma melhora da qualidade de vida, aumentar a auto estima, se sentir mais segura ou confiante, se sentir mais atraente, vestir uma roupa e se sentir bem. Saiba que a cada dia você está mais perto do seu objetivo, e se está cansado de recomeçar, então pare de desistir!

Muitas pessoas acham que fazendo dietas restritivas, elas vão emagrecer. Mas o que acontece na maioria das vezes é o contrário, a cada dieta restritiva que a pessoa perde 5kg, passado algum tempo ela ganha 7kg! Se quiser saber mais assista o vídeo abaixo!!!

A apresentação a seguir é restrita e só pode ser vista depois que você responder às perguntas a seguir o mais honestamente possível.

Método Científico Estranho Seca Gordura Sem Exercícios Físicos


Espero que essa dica tenha sido útil, e que você deixe seu comentário para que eu possa publicar ainda mais conteúdo de qualidade!
Caso você ainda não faça parte da minha lista Vip, deixe seu e-­mail aqui embaixo para receber mais conteúdo.
Obrigado!